voltar a página inicial

Atendimento | 19 3814.3400



Pré cadastro


Exames Laboratório 22


Corporativo


Trabalhe Conosco


Webmail


HOSPITAL | MEDICINA DIAGNÓSTICA | CORPO CLÍNICO ASSOCIADO | ESPECIALIDADES E SERVIÇOS | ESPAÇO SAÚDE | INFORMAÇÕES AO CLIENTE | FALE CONOSCO
Neurofisiologia

Função Nervosa Autonômica
Mapeamento Cerebral
Potenciais Evocados
Eletroneuromiografia
Eletroencefalograma
Polissonografia


voltar a página inicial
Potenciais Evocados

Os potenciais evocados são a resposta eletrofisiológica do sistema nervoso a um estimulo externo capaz de ativar vias específicas aferentes. Os potenciais podem ser endógenos ou exógenos segundo o origem do estimulo. Existem três diferentes tipos de potenciais evocados exógenos: visuais, auditivos e somatosensoriais.

Os potenciais evocados visuais (PEV) avaliam a via visual colocando-se eletrodos na região posterior do couro cabeludo (lobo occipital) e estimulando a visão de cada olho separadamente através de uma tela quadriculada que passa em um monitor de computador (check board-padrão xadrez) ou mediante luz (flash ou diodos emisores de luz-LEDs)

As principais indicações são neuritis óptica, escleroses múltiplas e lesões compressivas da via visual.

Os potenciais evocados auditivos (PEATC) avaliam a via auditiva e tronco encefálico colocando-se eletrodos na região lateral do couro cabeludo (lobo temporal) e estimulando a audição de cada ouvido separadamente através de um fone que emite um click sonoro. Estes potenciais tem grande interesse na clinica por permitir estabelecer correlações entre alterações e sitio de lesão, por serem resistentes a sedativos e por poder serem realizados sem cooperação importante como nos casos das crianças.

As indicações são lesões da via auditiva periféricas, desmielinizantes, diagnóstico do coma, audiometria objetiva, monitorização intraoperatoria, etc

Os potenciais evocados somatosensoriais (PESS) avaliam a via somatosensitiva colocando-se eletrodos na região súpero-lateral do couro cabeludo (lobo parietal) e estimulando as fibras sensoriais somáticas dos nervos mediano e tibial de cada lado separadamente através de choques elétricos de baixa intensidade. São indicados para lesões focais que afetam a via somatosensitiva, doenças desmielinizantes, doenças que afetam o sistema nervoso de forma difusa, avaliação da excitabilidade cortical, monitorização intraoperatoria.

voltar a página inicial
O que você procura?
Procedimentos cirúrgicos

> Cirurgias ambulatoriais de curta
permanência

> Pronto atendimento 24hrs.

Diagnóstico por imagem

> Ressonância Magnética
> Densitometria Óssea
> Mamografia Digital
> Ultrassonografia
> Raio-X Digital

Cardiologia

> Ecodopplercardiograma


Oncologia

> Consultas ambulatoriais
> Consulta de radioterapia
> Quimioterapia

Neurofisiologia

> Teste de Função Nervosa Autonômica
> Mapeamento Cerebral
> Potenciais Evocados
> Eletroneuromiografia
> Eletroencefalograma
> Polissonografia

Pneumologia

> Prova de Função Pulmonar

Oftalmologia

> Fotocoagulação – Laser – Argônio
> Campimetria Computadorizada
> Microscopia Especular
> Angiofluoresceinografia
> Ceratoscopia Ocular
> Retinografia
> Yag Laser
Hospital 22 de Outubro
Av. 22 de Outubro, 733 • Jardim Santa Helena
Mogi Mirim/SP • Fone: 19.3814.3400(como chegar no hospital?)
 
Copyright 2013 | Hospital 22 de Outubro | Todos os direitos reservados