voltar a página inicial

Atendimento | 19 3814.3400



Pré cadastro


Exames Laboratório 22


Corporativo


Trabalhe Conosco


Webmail


HOSPITAL | MEDICINA DIAGNÓSTICA | CORPO CLÍNICO ASSOCIADO | ESPECIALIDADES E SERVIÇOS | ESPAÇO SAÚDE | INFORMAÇÕES AO CLIENTE | FALE CONOSCO
Diagnóstico por imagem

Ressonância Magnética
Densitometria Óssea
Mamografia Digital
Ultrassonografia
Raio-X Digital


voltar a página inicial
Mamografia Digital

A mamografia digital é um exame de raio x ainda melhor que a mamografia convencional, que permite uma visualização mais detalhada da mama, em menos tempo de exposição à radiação.

O aparelho que realiza a mamografia digital está ligado a um computador, que permite aumentar, diminuir, clarear ou escurecer a imagem da mama, tornando possíveis nódulos ainda mais visíveis.

A mamografia digital dura poucos minutos e permite uma visualização melhor de toda a mama, sendo mais segura e mais confortável, que a mamografia convencional.

Mulheres com mamas ainda muito firmes, densas ou grandes devem optar pela mamografia digital pois neste aparelho é mais fácil identificar o câncer de mama precocemente.

O tecido mamário muito firme por vezes pode “esconder” um nódulo malígno numa mamografia convencional, gerando um resultado falso negativo. Por esta razão estas mulheres devem optar pela mamografia digital.

Algumas clínicas são capazes de realizar uma punção no nódulo mamário durante a mamografia digital, para posterior análise. Sendo esta mais uma vantagem deste método.

A queixa da maioria das mulheres é que a mamografia dói, e especialistas alertam que quando a mamografia é realizada 1 semana após a menstruação, ela causa menos dor que em outras épocas do mês, devido às alterações hormonais.

Como é feita a Mamografia Digital?

A mamografia digital é feita da mesma forma que a mamografia convencional, mas a primeira causa menos dor. Para realizá-la a mulher deverá posicionar uma mama de cada vez no aparelho e esperar alguns instantes.

O aparelho irá realizar uma pressão diretamente sob a mama, mas esta pressão é importante para garantir com que o aparelho consiga visualizar todo o interior da mama, sendo mais eficaz no diagnóstico de lesões benígnas ou até mesmo do câncer de mama.

Para facilitar a realização do exame a mulher deverá estar despida da cintura para cima, e é recomendado não usar creme, talco ou desodorante na mama ou nas axilas para não interferir nos resultados da mamografia.

O resultado da mamografia deve sair em 2 dias, e deve ser levado para o médico para que este o avalie, chegue a um diagnóstico e então decida como proceder.

Mulheres com mamas grandes e firmes devem optar por fazer a mamografia digital, pois para elas os resultados deste tipo de exame serão mais confiáveis.

Resultados da mamografia.

Os resultados da mamografia devem sair aproximadamente 2 dias após a realização do exame. Atualmente o resultado da mamografia é padronizado, utilizando o sistema de classificação Bi-rads, onde:

Categoria BI-RADS zero: É necessário realizar nova mamografia para maiores esclarecimentos;

Categoria BI-RADS 1: Normal, sem alterações nas duas mamas;

Categoria BI-RADS 2: Presença de cisto benígno, fibroadenoma, calcificação, lipoma ou hamartomas;

Categoria BI-RADS 3: Alteração provavelmente benígna na mama, devendo a mamografia ser repetida após 6, 12 e 24 meses. A incidência de tumor malígno nesta classificação é de apenas 2%;

Categoria BI-RADS 4: Lesão suspeita. Deve ser classificada ainda como:

Categoria BI-RADS 4A: Lesões que necessitam de intervenção, como por exemplo um cisto ou abscesso mamário que necessita ser aspirado. Após aspiração deve-se realizar a biópsia do conteúdo para verificar possível malignidade;

Categoria BI-RADS 4 B: Lesão suspeita, que necessita de exames complementares para maior esclarecimento, como a histopatologia e o ultra-som mamário;

Categoria BI-RADS 4 C: Lesão suspeita, mas não clássica de câncer de mama, embora seja provável que o seja;

Categoria BI-RADS 5: Lesões compatíveis com o câncer de mama, deve-se realizar maior investigação;

Categoria BI-RADS 6: Diagnóstico fechado de câncer de mama quando a biópsia também o comprova.

O padrão de BI-RADS foi criado nos Estados Unidos e atualmente é o sistema padrão para resultados de mamografias, a fim de facilitar a compreensão do exame.

Mesmo que o resultado da mamografia dê negativo para o câncer de mama, este exame deve ser repetido todos os anos a partir dos 40 anos de idade.

voltar a página inicial
O que você procura?
Procedimentos cirúrgicos

> Cirurgias ambulatoriais de curta
permanência

> Pronto atendimento 24hrs.

Diagnóstico por imagem

> Ressonância Magnética
> Densitometria Óssea
> Mamografia Digital
> Ultrassonografia
> Raio-X Digital

Cardiologia

> Ecodopplercardiograma


Oncologia

> Consultas ambulatoriais
> Consulta de radioterapia
> Quimioterapia

Neurofisiologia

> Teste de Função Nervosa Autonômica
> Mapeamento Cerebral
> Potenciais Evocados
> Eletroneuromiografia
> Eletroencefalograma
> Polissonografia

Pneumologia

> Prova de Função Pulmonar

Oftalmologia

> Fotocoagulação – Laser – Argônio
> Campimetria Computadorizada
> Microscopia Especular
> Angiofluoresceinografia
> Ceratoscopia Ocular
> Retinografia
> Yag Laser
Hospital 22 de Outubro
Av. 22 de Outubro, 733 • Jardim Santa Helena
Mogi Mirim/SP • Fone: 19.3814.3400(como chegar no hospital?)
 
Copyright 2013 | Hospital 22 de Outubro | Todos os direitos reservados